BIO

BIO - Português

O vencedor do Grammy,pianista e compositor argentino Fernando Otero está de volta com o novo álbum "Prima Donna".
Considerado por muitos críticos musicais como um pianista virtuoso treinado classicamente e também um compositor que desenvolveu seu próprio estilo com elementos da Música Contemporânea e o improviso do Jazz, Otero usa o Tango como um ponto de partida.
Prima Donna de Otero vem abrindo as catracas das alusões da música clássica contemporánea que já estavam em evidência no álbum titulado "Pagina de Buenos Aires", seu primeiro trabalho discográfico com a Warner Music.
Fernando põe pra fora o som nativo de Buenos Aires, menos como uma forma de dança do que uma atitude de curiosidade artística modernista. Prima Donna é uma celebração íntima da carreira artística de Elsa Marval, mãe de Fernando Otero e também sua mentora musical.
Elsa Marval foi uma compositora, pianista, cantora de Ópera e atriz aclamada internacionalmente, que faleceu em 2010.
Situado em Nova Iorque, Otero encontrou correspondentemente diversos colaboradores, entre eles Quincy Jones, o Kronos Quartet, Eddie Gomez e Paquito D'Rivera.

Prima Donna contém composições de piano solo, mostrando a melodia de Otero em uma forma parecida com canção, sua expressividade e uso de uma ampla paleta de cores pianísticas, e também sua intensidade rítmica quando tocando em tempos rápidos, produzindo notas repetidas preciso como um pistão e depois desviando-se para tons pastéis. A interpretação de "El Porteñito", obra prima escrito pelo Ícone argentino Angel Villodo, nos trás uma idéia de como Otero pode usar composições conhecidas para desencadear sua imaginação. O álbum inclui peças orquestrais e de Câmara.
Prima Donna inclui uma sonata para Violino Solo em um movimento usando uma gama completa de técnicas própias do instrumento.
A sonata foi escrita pelo compositor argentino para Nick Danielson. A peça final na gravação é uma versão da composição de Quincy Jones, The Pawnbroker, arranjada por Otero.
O arranjo demonstra a beleza da atraente melodia de Quincy Jones combinada com os recursos orquestrais e a linguagem pianistica do Fernando. Um final apropriado para essa coleção.
Prima Donna é um álbum especial porque não é apenas uma exposição de novas composições.
É também reinvenção e celebração.

Copyright Fernando Otero 2015 .